LIÇÃO 29 – CATECISMO
04/08/2019
COMENTÁRIO EXEGÉTICO DE APOCALIPSE – REVIEW
05/08/2019

O último – mas não menos importante – propósito dos símbolos de fé é proporcionar uma
base doutrinária, litúrgica e prática para a comunhão eclesiástica.

União, como costumava enfatizar Spurgeon, não pode se dar em detrimento da verdade. Ele escreveu: “Buscar união em detrimento da verdade é traição ao Senhor Jesus”.

De fato, é muito difícil haver união externa quando não há unidade de fé.

É complicado, por exemplo, pastores e igrejas trabalharem juntos quando diferem radicalmente em suas concepções teológicas, litúrgicas, eclesiásticas, etc.

Exatamente por isso, sempre foi requerido pelas denominações tradicionais que os seus oficiais (ministros da Palavra, presbíteros e diáconos) subscrevessem uma confissão de fé.

Isso os compromete, moralmente pelo menos, com a substância do sistema doutrinário aí exposto.

Essa prática também garante uma concordância substancial no ensino e práticas eclesiásticas dos pastores unidos por uma subscrição confessional.

 

 

Subentende-se, por exemplo, que a fé e prática de todo pastor presbiteriano seja a mesma.

Teoricamente, pelo menos, um pastor presbiteriano, ao aceitar o convite de uma igreja para pastoreá-la, pode estar certo de que não deverá haver substancial discordância doutrinária, litúrgica, etc. entre ele e a igreja, visto que o seu conselho subscreve a mesma confissão de fé.

Isso deveria também dar tranquilidade aos membros de uma igreja, pois sabem que não lhes serão impostas doutrinas ou práticas substancialmente diferentes das que estão registradas nos seus símbolos de fé.

Os credos e confissões de fé são, portanto, uma garantia de que a fé, culto e práticas da igreja não serão mudadas ao bel-prazer do subjetivismo, pragmatismo ou idiossincrasias de pastores ou concílios.

Comentando sobre a “influência unificadora dos Padrões de Westminster”, Adams lembra que o propósito unificador desses símbolos de fé “era parte da intenção original ao se convocar a Assembléia.

Os comissionados sabiam isso desde o princípio e tentaram produzir um documento que alcançasse esse fim,
gastando longas e árduas horas nessa tarefa”.

Uma igreja sem confissão é semelhante a um partido sem ideologia, a uma sociedade sem estatuto, ou a um país sem constituição. Não há coerência, nem unidade, nemn estabilidade, nem fidelidade, nem disciplina.

Sola Scriptura: A Doutrina Reformada das Escrituras de Paulo Anglada

########################################
► Siga-me ◄
✩ Instagram: https://www.instagram.com/nascidodenovooficial/
✩ Facebook: https://www.facebook.com/nascidodenovo.org
✩ Facebook Pr. Raul: https://www.facebook.com/prraulbolota
✩ Twitter: https://twitter.com/nascidodenovo
✩ Site: http://www.nascidodenovo.org ✩ Pinterest: https://br.pinterest.com/nascidodenovo/
✩ Periscope: @nascidodenovo
✩ Cursos do Nascido de Novo: https://nascidodenovo.org/v4/cursos-nascido-de-novo/

######################################
Quer enviar algo para nós? Mande para nossa Caixa Postal:
Caixa Postal 73 - Araraquara - SP - CEP14801-970
Todos os presentes serão mostrados em nossos vídeos de Recebidos e mostrados em nossas redes sociais!
Se não quiser que apareça só mandar uma cartinha junto pedindo sigilo.
Nosso e-mail: contato@nascidodenovo.org

######################################
CONTRIBUA COM O NASCIDODENOVO.ORG:
https://nascidodenovo.org/v4/mantenedores/

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *