EI assassina dez médicos que recusaram tratar terroristas

Denzel Washington fala sobre sua vida cristã
28/04/2015
O Evangelho segundo João – A Bíblia Livro por Livro
29/04/2015

EI assassina dez médicos que recusaram tratar terroristas.

Médicos que estavam sob cárcere do Estado Islâmico se recusaram a prestar socorro, alegando que não suportam as atividades terroristas do grupo.

Os militantes do Estado Islâmico que lutam no Iraque executaram dez médicos que se recusaram a tratar os membros feridos, segundo informações publicadas pelo Daily Mail. Uma fotografia divulgada pelo grupo mostra uma região que fica a 15 quilômetros do campo de batalha e o momento em que alguns médicos são mortos com um tiro na cabeça.

De acordo com a publicação, o grupo estava em batalha, o que deixou vários membros feridos e necessitando de tratamento médico. Os médicos que estavam sob cárcere do Estado Islâmico se recusaram a prestar socorro, alegando que não suportam as atividades terroristas do grupo. Com isso, eles foram brutalmente assassinados. Segundo o Daily Mail, as execuções foram transmitidas ao vivo.

Ao jornal, um oficial local afirmou que o Estado Islâmico está utilizando a cidade de Mosul como uma grande prisão a céu aberto, torturando os moradores da região. O grupo teria executado militantes da Al-Karableh, Albu Ubaid, Albu Mahal e tribos Albu Salman por suposta colaboração com as forças de segurança iraquianas.

O exército iraquiano tem conseguido sucesso em empurrar os militantes do Estado Islâmico para fora das cidades, diz a publicação.

 

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *