Trabalho Social – Qual é o Objetivo Principal?

O Amor de Deus – Dia 3
08/05/2013
Crescendo em Deus – Dia 4
09/05/2013

Hoje, a maioria das Igrejas tem um ministério para realizar trabalho social.
Este ministério geralmente existe para cumprir aquilo que está escrito em Mateus 25:34-46:

34 “Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo.
35 Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram;
36 necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’.
37 “Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber?
38 Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos?
39 Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?’
40 “O Rei responderá: ‘Digo-lhes a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’.
41 “Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos.
42 Pois eu tive fome, e vocês não me deram de comer; tive sede, e nada me deram para beber;
43 fui estrangeiro, e vocês não me acolheram; necessitei de roupas, e vocês não me vestiram; estive enfermo e preso, e vocês não me visitaram’.
44 “Eles também responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome ou com sede ou estrangeiro ou necessitado de roupas ou enfermo ou preso, e não te ajudamos?’
45 “Ele responderá: ‘Digo-lhes a verdade: O que vocês deixaram de fazer a alguns destes mais pequeninos, também a mim deixaram de fazê-lo’.
46 “E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”.
(NVI)

Realmente lendo estes Versículos, vemos que Deus nos manda cuidar dos menos necessitados mas quando realizamos este trabalho, temos que entender seu real objetivo.

Temos que entender o que está escrito nos versículos 35 e 36 de Mateus 25, A fome, a sede, o ser estrangeiro (se sentir um estranho), necessitar de roupas, enfermidades e estar preso, são resultados da ação de Satanás na vida da pessoa.

De que vai adiantar, ajudar aos menos necessitados com cestas básicas, tratamentos médicos, moradia e não tratar a real origem desta situação que é a ação de Satanás na vida da pessoa ou pior ainda não apresentar a Salvação a ela?

Nos versículos 37 a 39, os que estão a direita, perguntam quando Deus ficou na situação de precisar de alguém sendo que Ele é Rei e assim sendo é dono de tudo e de todos.

No versículo 40, Deus nos fala que nós fazemos a Ele quando ajudamos a aquele que precisa. Neste ponto, Deus se coloca no lugar do necessitado, Ele sente como se nós estivéssemos fazendo diretamente para Ele.

Nos versículos 41 a 46, vemos o que acontecerá com aqueles que não ajudarem ao seu próximo, aquele que não alimentar o faminto, será mandado para o fogo do inferno.

Em momento algum, podemos esquecer que as pessoas não estão famintas apenas fisicamente,elas tem fome e sede espirituais, mesmo após receberem sua “cesta básica” , continuarão sentindo um vazio, continuará faltando o mais importante.

Estas pessoas continuarão a ter fome pois Jesus é o pão da vida (João 3:35), continuarão a ter  sede (João 4:10,14) pois trata-se de fome e sede espirituais! Trocando em miúdos, não adianta apenas alimentar os famintos  enquanto eles caminham para o inferno.

Neste ponto, temos que nos empenhar em pregar o evangelho da salvação. Como Jesus nos enviou em Mateus 28:19-20:
19    Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 
20    Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.
(Almeida CF)

Muitas vezes, o trabalho social nas igrejas, se torna uma vitrine para o engrandecimento pessoal de quem o realiza, fazendo com que o objetivo seja mais conseguir um status perante a congregação do que salvar as almas.

Neste caso, Jesus nos ensina em  Mateus 6:1-4 como realmente este trabalho deve ser realizado:
“Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial. “Portanto, quando você der esmola, não anuncie isso com trombetas, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem honrados pelos outros. Eu lhes garanto que eles já receberam sua plena recompensa. Mas quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita, de forma que você preste a sua ajuda em segredo. E seu Pai, que vê o que é feito em segredo, o recompensará. (NVI)

Temos que realizar este trabalho, ajudando a quem precisa, levando em conta os mandamentos de Jesus, levando a salvação as almas perdidas, na realização do “Ide” ordenado por Jesus e nunca usar o trabalho social como uma ferramenta de auto-promoção.

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *