Salomão

O Criador – Dia 14
20/05/2013
Encorajando a Igreja – Dia 15
21/05/2013

O nome Salomão ou Shlomô, deriva da palavra Shalom, que significa “paz”, tem o significado de “Pacifico”.
O terceiro rei do reino unido de Israel. Ele reinou de 970 a 931 a.C., em lugar de Davi, seu pai. Sua mãe foi BATE-SEBA (2Sm 12.24; v. JEDIDIAS). Salomão foi um rei sábio e rico. Administrou bem o seu reino, construiu o TEMPLO, mas no final da sua vida foi um fracasso (1Rs 1—11). V. o mapa O REINO DE DAVI E DE SALOMÃO.
O terceiro rei de Israel e o segundo filho de Davi e Bate-Seba, Salomão governou Israel por quarenta anos (970-930 A.C.).

ESCOLHIDO PARA O TRONO
Como os outros filhos de Davi, Amnon e Absalão, não faziam questão do trono, Salomão e Adonias pareciam ser os que herdariam o trono. Mas o reinado tinha sido prometido a Salomão (1 Crônicas 22:9-10). Perto do fim da vida de Davi, Adonias tomou algumas providências para se tornar rei. Com a ajuda de Joabe, um general do exército, e Abiatar o sacerdote, Adonias foi proclamado rei. Salomão, o profeta Natã e Benaías não foram convidados para a cerimônia. Natã contou a Bate-Seba sobre o plano de Adonias, e Bate-Seba perguntou a Davi quais eram os seus planos. Davi mandou que Salomão fosse proclamado rei sobre Israel. Ele foi ungido por Zadoque enquanto tocavam as trombetas e o povo gritava “Viva o rei Salomão” (1 Reis 1:34). Adonias percebeu que a sua tentativa de se tornar rei havia desmoronado e assim ele pediu que tivessem misericórdia prometendo que seria fiel ao novo rei.

Salomão trabalhou rápido para assegurar o seu poder (1 Reis 1-2). Quando Adonias pediu para se casar com Abisague, a mulher que havia sido companheira de Davi na sua velhice (1 Reis 1:1-4), Salomão recusou o pedido e mandou que matassem Adonias (1 Reis 2:22-25). Como Abiatar tinha se unido com Adonias, ele foi despedido de seu emprego de sacerdote. Enquanto isso, Joabe – o general do exército de Davi que também tinha se juntado a Adonias – fugiu para o altar. O rei ordenou que Benaías o matasse. Benaías se tornou então comandante chefe do exército.

Uma das primeiras ações escritas de Salomão foi ir até Gibeão e sacrificar mil ofertas queimadas a Deus. Na noite seguinte, o Senhor apareceu em sonho ao rei e perguntou qual era a coisa que ele mais queria. Salomão pediu sabedoria para ser um bom rei para Israel e Deus se agradou de seu pedido (1 Reis 3:1). O rei de Israel teve o seu pedido realizado juntamente com vida longa, riquezas e fama.

AS REALIZAÇÕES DE SALOMÃO

SEU GOVERNO
Daví havia juntado as doze tribos de Israel, mas Salomão organizou todo o estado com a ajuda de muitos oficias (1 Reis 4:1). O país inteiro foi dividido em doze distritos principais. Cada distrito tinha que pagar pelas despesas da corte do rei durante um mês do ano. O sistema era justo e distribuía o peso dos impostos igualmente por todo o país.

SUAS CONSTRUÇÕES
Um dos primeiros projetos de Salomão era construir o templo, que Daví tinha sonhado em construir. Hirão, rei de Tiro, forneceu cedro do Monte Líbano para o templo (1 Reis 5:1-12), e ele foi pago com comida. Para ter trabalhadores para esse projeto, os cananitas foram feitos escravos (1 Reis 9:20-21). Os israelitas também foram forçados a trabalhar em grupos de 10,000 (1 Reis 5:13-18; 2 Crônicas 2:17-18). Levou 7 anos para acabar de construir o templo, que para parâmetros modernos, era uma construção pequena: 27.4 metros de comprimento, 9.1metros de largura e 13.7 metros de altura. Porém, a cobertura de ouro colocada nas paredes e os mobília fez dela uma construção muito valiosa.

No décimo primeiro ano do reinado de Salomão, foi celebrada a dedicação do templo (1 Reis 6:38, 1 Reis 8:1-5). A presença do Senhor encheu o templo e Salomão fez uma grande oração dedicando o templo (1 Reis 8:23-53). Depois disso ele ofereceu 22,000 bois e 120,000 ovelhas juntamente com outras ofertas. O povo estava muito alegre porque um grande rei tinha substituído Davi.

Salomão construiu muitos outros prédios. Levou treze anos para construir a sua casa, que era grande o suficiente para abrigar muitas esposas, concubinas e servos. Um grande forte também foi construído para proteger o templo (1 Reis 9:24).

SUA SABEDORIA
Salomão escreveu 3,000 provérbios e mais de 1,000 cânticos (1 Reis 4:32). A maior parte do livro de Provérbios é atribuído a ele (Provérbios 25:1), assim como Eclesiastes, Cântico dos Cânticos e os Salmos 72 e 127.

A rainha de Sabá veio ver e ouvir se os relatos sobre a sabedoria e fama de Salomão eram verdade. Depois de ver tudo o que ele tinha em Jerusalém e ouvir a sua sabedoria, ela abençoou o Senhor Deus de Israel por levantar uma pessoa tão sábia para sentar num trono tão magnífico (1 Reis 10:1).

SUA QUEDA
Apesar de sua sabedoria, Salomão fez alguns julgamentos errados durante o seu reinado. O seu maior erro foi casar com muitas mulheres e ter muitas concubinas. Ele também construiu templos pagãos para que elas pudessem adorar os seus muitos deuses (1 Reis 11:1-8). O Senhor puniu a Salomão, permitindo que Israel fosse atacada por todos os lados. Apesar de o reino não ter sido destruído durante a vida de Salomão, o seu filho viu o reino dividido. Não há nenhum registro falando do arrependimento de Salomão, mas o livro de Eclesiastes mostra a culpa que Salomão sentia pelas suas decisões erradas.

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *