Jovens Segundo o Coração de Deus – O Que O Torna Segundo o Coração de Deus? – Pt.2

Daniel – Amado no Céu – Deus disciplina Seu povo
06/01/2015
Daniel – Amado no Céu – Coragem para ser diferente
07/01/2015

Jovens Segundo o Coração de Deus – O Que O Torna Segundo o Coração de Deus? – Pt.2

Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
—João 4.24
Quais são as peculiaridades de um homem segundo o coração de de Deus? E como podemos desenvolver essas peculiaridades for-, midáveis em nossas vidas? À medida que nos preparamos para descobrir mais respostas sobre essa grande questão, preciso alertá-lo antes: não se obtém facilmente essas características. E por isso que elas não são encontradas normalmente em um rapaz comum. Não, essas são peculiaridades radicais que exigem um homem excepcional — jovem ou idoso —, alguém que se destaca na multidão. Mas este é exatamente o tipo de homem singular que Deus procura:
— um homem que fique “na brecha” (Ez 22.30),

— um homem que “pratique a justiça ou busque a verdade” (Jr 5.1),

— um homem que tenha “bom testemunho dos que estão de fora” (1 Tm 3.7),

— um homem que seja “irrepreensível” (Tt 1.6).

Você deseja ser um daqueles “poucos homens bons”? Um dos poucos que tem essa peculiaridade? Um daqueles homens que faz diferença no mundo? Então vamos lá! Já examinamos duas peculiaridades desses homens: um coração que obedece a Deus e um coração que ora. Agora examinaremos algumas outras peculiaridades de vital importância para o homem comprometido com a aventura radical de seguir a Deus.
Um Coração Que Louva

O que é que vem naturalmente à sua mente quando você pensa sobre Davi? Se você for como eu, então tem a tendência de pensar nas conquistas corajosas de Davi:

• Ele lutou com um leão e com um urso.

• Ele derrubou um gigante.

• Ele foi um poderoso guerreiro, vencendo muitos inimigos.

• Ele foi um grande líder.

• Ele foi o construtor que iniciou a construção da “Cidade de Davi”.

• Ele era temido por seus inimigos.

• Ele foi um dos maiores reis da Antiguidade.

Não há dúvidas de que Davi foi o homem dos homens, o líder dos líderes e o guerreiro dos guerreiros. E, ainda assim, Davi foi um homem cujo coração demonstrava ternura para com Deus. Davi pode não ter sempre feito o que era direito, mas em seus pensamentos, Deus nunca esteve distante. Ele conhecia o “segredo” de seu sucesso… e esse era Deus. Em certa ocasião, Davi chegou diante do Senhor em absoluto espanto, maravilhado com as bênçãos de Deus, perguntando: “Quem sou eu, Senhor JEOVÁ, e qual é a minha casa, que me trouxeste até aqui?” (2 Sm 7.18). Davi não pode acreditar na bondade de Deus e não pode evitar derramar-se aos pés do Senhor em louvor. E ainda há mais! Enquanto lê as palavras seguintes do coração devoto de Davi, pense no quanto Deus tem lhe abençoado. Você foi salvo por um Deus bondoso e tem o Espírito de Deus que habita em você a fim de

guiá-lo, dirigi-lo e protegê-lo. Eu não sei nada a respeito de seus pais, mas consigo imaginar que você tem pais que o amam e que atendem às suas necessidades. Então, obviamente, tem muito o quê enaltecer a Deus. E mesmo que algumas coisas estejam “faltando” em sua vida, louve a Deus da mesma forma. Em seu amor e onisciência, Deus sabe quem você é, onde está e do que precisa. E Ele comprometeu-se a cuidar de você (SI 23.1). Portanto, louve-o com freqüência e de forma franca! E Davi nos mostra como fazer isso:

Eu, porém, renderei graças ao Senhor, segundo a sua justiça, e cantarei louvores ao nome do Senhor Altíssimo (SI 7.17).

Salmodiai ao Senhor, vós que sois seus santos, e dai graças ao seu santo nome (SI 30.4).

Bendirei o Senhor em todo o tempo, o seu louvor estará sempre nos meus lábios (SI 34.1).

Davi nos dá um bom exemplo, não é mesmo? Ele nos mostra que um verdadeiro homem segundo o coração de Deus é aquele que não tem medo de expressar seu amor por Deus. Onde quer que Davi fosse, ele adorava a seu Deus por meio dos louvores.

Portanto, você também, como um homem que ama a Deus, não deveria hesitar nem um minuto em louvá-lo. Onde quer que esteja — caminhando com seus amigos, trabalhando em algum projeto, fazendo seus deveres da escola, ou relaxando em casa com sua família —, como um homem de Deus, você deveria continuamente oferecer louvores a Deus (Hb 13.15).

Tudo Bem, Mas Como?

De que forma pode você louvar a Deus fervorosamente? Teste estas formas:

Medite sobre o poder de Deus — Raramente passo um dia sem meditar sobre a forma como Paulo se expressou para falar sobre a força de Deus: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fp 4.13). Você tem algum problema hoje — um desafio que esteja enfrentando,

um problema na escola que precisa resolver, uma questão em casa ou com algum amigo? Então ajude a si próprio com a força de Deus! Isso está ao seu dispor, conforme prometido por meio dessa poderosa verdade. Quando nos lembramos da força de Deus, isso gera gratidão para com o Senhor … o que poderia resultar em louvor.

Memorize salmos de louvor — Gosto muito de Salmos 118.24: “Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos e alegremo-nos nele”. Esse salmo realmente serve “para levantar a moral”, por assim dizer. A medida que enfrento cada novo dia e seus desafios, esse versículo que memorizei me ajuda a dar novo alento ao meu dia! Tente fazer isso. Utilize essa idéia. E memorize esse versículo. A Palavra de Deus transforma cada novo dia — independentemente de qual seja sua tarefa ou sua situação — em algo digno de louvor.

Conheça profundamente as promessas de Deus — Estimativas sobre o número de promessas contidas na Bíblia variam de 7.484 a 30 mil.5 Insisto para que você escolha uma. Qualquer uma! Olho para as promessas de Deus milhões de vezes durante o dia para que me ajudem — promessas como esta: “Bendito seja o Senhor que de dia em dia nos cumula de benefícios” (SI 68.19). Acho essa promessa en-corajadora para mim, principalmente quando estou sobrecarregado por excesso de trabalho ou pressionado por um prazo para finalizar uma tarefa. Talvez você já tenha se sentido sobrecarregado por deveres da escola, problemas de amizade, ou por uma programação intensa. Amigo, ajude a si próprio com essa promessa e veja o que acontece com sua sobrecarga. Você experimentará liberdade e confiança, e suas forças serão renovadas. E depois você desejará louvar a Deus como fez o salmista.

Maravilha-se com as provisões de Deus — Paulo declarou enfaticamente: “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus” (Fp 4.19). Que Deus maravilhoso! Ele promete suprir todas as suas necessidades! Portanto, você tem ainda mais motivos para louvá-lo.

Reflita sobre o fato da presença de Deus — Davi nunca cessou de alegrar-se com o fato de que Deus estava com ele em qualquer lugar que fosse. Ele expressou sua veneração com estas palavras: “Para onde

me irei do teu Espírito ou para onde fugirei da tua face?” (SI 139.7) Será que você também não consegue sentir os pontos de exclamação que acompanham esses pensamentos? A resposta para cada uma das questões retóricas de Davi é um óbvio: “Em lugar algum!” Pense a respeito do seguinte: Não importa aonde você vá — Deus está lá. Não importa o que esteja acontecendo ao longo do caminho ou quando você chega lá — Deus está com você todo o tempo.

Saber que Deus está com você em todos os lugares e o tempo todo deve fazer uma enorme diferença na forma como vê a vida. A percepção de Davi sobre a presença de Deus inspirou-o a declarar: “Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei” (SI 16.8). Isso é que é confiança!

Engrandeça ao Senhor por sua proteção — O rei Saul, que se sentou no trono de Israel antes de Davi se tornar rei, tentou matá-lo várias vezes. Portanto, Davi, em grande parte de sua vida adulta, teve de ser extremamente cauteloso. Algumas vezes, ele até mesmo teve de fugir da cidade por causa das ameaças mortais de Saul. Ainda assim, em meio a essas circunstâncias ameaçadoras, Davi afirmou: “Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei” (SI 23.4). Sempre que estiver com medo, a paz estará com você quando se lembrar que está sob a mão protetora de Deus.

Amigo, à medida que você se lembra da presença de Deus e o louva por sua força, por suas promessas, por suas afirmações e por sua proteção, ficará fortalecido e encorajado a encarar o que quer que a vida coloque em seu caminho. Portanto, somente por hoje, coloque o Salmo 34.1 em prática: “Louvarei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca”. Isso revolucionará sua atitude.
Um Coração que Valha a Pena

Davi foi um homem de extrema paixão, um verdadeiro homem segundo o coração de Deus. Ele amava a Deus. Amava a Palavra de Deus. Ele amava orar a Deus. E ele amava louvar a Deus. E ele tinha ainda outra profunda paixão: ir para “a casa do Senhor”. De fato, ele ansiava por venerar a Deus. Seu coração gritava:

Senhor, eu tenho amado a habitação da tua casa e o lugar onde permanece a tua glória (SI 26.8).

Uma coisa pedi ao Senhor e a buscarei: que possa morar na Casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor e aprender no seu templo (SI 27.4).

Amigo, assim como Davi, você deveria querer orar, ir à igreja e estar com o povo de Deus. Essa é a resposta natural de todos os que amam ao Senhor “de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento” (Lc 10.27). O culto semanal deveria ocupar lugar de destaque em todas as suas atividades durante a semana, todas as semanas. Você deveria aguardar o culto de sua igreja com ansiedade. Pense a respeito disso — quando vai à igreja, você…

• ouve a pregação e a explicação da Palavra de Deus

• cresce em conhecimento em relação às verdades-chave da fé cristã

• reúne-se a outros para a oração conjunta

• adora a Deus por intermédio da música

• concentra-se nos outros à medida que ora pelos necessitados do mundo todo

• interage com outros crentes

• afasta-se do mundo por algumas horas e participa de algo 100% puro e bom

• cria laços com outros que pertencem ao Senhor

• constrói amizades fundamentadas no amor mútuo ou no amor ao Senhor Jesus

• estuda partes da Palavra de Deus para uma melhor compreensão

• recebe sabedoria para as decisões que você precisa tomar e para os problemas que enfrenta

• aprende como aplicar a Palavra de Deus às questões do dia a dia de sua vida

Homem, ó homem! Em que outro lugar você recebe tudo isso… e mais ?!

E pense a respeito disto: seu envolvimento com o culto serve como um exemplo para os outros. Quando você vai à igreja, demonstra seu comprometimento para com Cristo.

Você está ali, e qualquer pessoa pode vê-lo. Seus amigos e familiares testemunham a sua devoção para com Deus. Se isso é verdadeiro, as pessoas enxergarão em você.

Ser um homem da Palavra, um homem de oração e um homem de louvor e de adoração pode não parecer tão notável ou tão admirável, mas Deus afirma isso. E aqui está uma outra peculiaridade do homem segundo o coração de Deus que pode não parecer ser muito importante ou muito viril — um coração que serve.

Um Coração que Serve

Possuir um coração que serve é outra característica de um grande homem de Deus. Nunca houve um homem maior que Jesus Cristo. E adivinha o quê? Ele veio ao mundo para servir: “O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e para dar a sua vida em resgate de muitos” (Mt 20.28). E adivinha o que mais? Você e eu, como homens segundo o coração de Deus, devemos seguir os passos de Jesus (1 Pe 2.21), servir aos outros.

Certo dia, encontrei-me com um homem cujo coração estava voltado para o servir. Ele parecia um jogador de defesa de um time profissional de futebol americano. Quando almoçamos juntos, observei que meu amigo não tinha comido muito durante a refeição. Em vez disso, ele falou a respeito de como amava servir às pessoas de sua igreja e sobre o serviço ao próximo e a Deus. Ele estava tão entusiasmado que gesticulava muito enquanto falava, a ponto de eu até ficar um pouco embaraçado, porque estávamos em um restaurante.

Nada poderia diminuir o entusiasmo desse homem enquanto ele continuava a me falar sobre sua paixão por servir a Deus e a seu povo. No decorrer da semana, procurava constantemente por oportunidades a fim de atender às necessidades dos membros amigos da igreja e, aos domingos, mal podia esperar para chegar à igreja para que pudesse continuar seu serviço de ministro.

À primeira vista, o zelo desse homem pelo trabalho pode parecer excessivo ou fora do comum, por causa da sociedade individualista em que vivemos, em que cada um só cuida de si mesmo. Mas esse desejo extremado de servir é igual ao de Cristo. Ele é divino. Como já disse, essa é uma outra peculiaridade do homem segundo o coração de Deus — um coração que anseia por servir.

Assim como as pessoas do mundo, nossa tendência natural (e egoísta) é cuidar primeiro de nossas próprias necessidades. Queremos ter certeza de que dispomos de tempo suficiente para fazer o que desejamos. Depois, se tivermos algum tempo, ou energia, sobrando, então poderemos, quem sabe, utilizá-los para servir a alguém…. Mas como um homem segundo o coração de Deus, você e eu precisamos nos tomar disponíveis como servos de Deus… como aqueles homens da Bíblia:

• Deus falou que Abraão era seu servo (Gn 26.24).

• Josué, quando faleceu, foi chamado de “o servo do Senhor” (Js 24.29).

• Davi, também, foi chamado de “meu servo” por Deus (2 Sm 7.5).

• Homens piedosos foram escolhidos pela igreja em Jemsalém para servir e suprir as necessidades das viúvas (At 6.1-6).

• O apóstolo Paulo referia-se a si mesmo como um servo do Senhor (Rm 1.1).

Como você pode ver, o serviço a Deus e a seu povo não é uma tarefa insignificante e irrelevante. Essa é uma peculiaridade de um homem segundo o coração de Deus.

Transformando Sua Vida Em Uma Aventura Radical

O mote dos homens da Marinha dos Estados Unidos é que eles procuram por “Alguns homens bons”. Por que alguns? Talvez seja porque eles aprenderam, por meio da experiência em combate, que alguns “homens bons” são melhores do que muitos “homens não comprometidos”.

O Senhor está procurando por “alguns homens bons” para si mesmo. Mas, como dissemos no começo do capítulo, “bons homens” são difíceis de encontrar. Espero que ao longo desta leitura, você tenha feito o compromisso de ser um dos “homens marcados” de Deus, um de seus “poucos homens bons”. Portanto, com esse compromisso em seu coração e em sua mente, nos uniremos, como uma infantaria de Deus, e faremos esta oração para assinalar nosso compromisso de sermos os “homens marcados” para Jesus Cristo — para vivermos corajosamente, nos projetarmos, bradarmos e vivenciarmos nossa lealdade para com Cristo:

Senhor, oro para que os outros, quando olhem minha vida, possam ver a vida de Jesus brilhando em mim. Trabalhe em minha vida. Faça de mim um de seus “homens marcados”. E aqueles que vêem essas peculiaridades desejem segui-lo também.

Oro para que eu possa…

…obedecer a sua Palavra sem questionamento,

… orar sem cessar,

… louvar a Deus constantemente,

… adorar ao Senhor continuamente e

… servir aos outros incondicionalmente.

Desafios Para Hoje
Você é realmente ousado quando oferece louvores a Deus em público? Por quê?

Ou por que não?
Como você pode aumentar o seu comprometimento com sua igreja? Em sua atitude em relação à igreja, às pessoas e ao seu serviço? Em que área específica de atividade pode comprometer-se?
No passado, como você visualizou o papel de um servo? Isso mudou após aprender a respeito dessa peculiaridade de um homem segundo o coração de Deus? Identifique uma ação ou serviço que você pode fazer hoje para sua família. Para um de seus amigos. Para um inimigo.

Aprofunde Seu Conhecimento
Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro […] que maneja bem a palavra da verdade. — 2 Timóteo 2.15
Leia Filipenses 2.3-8. Qual é o tema desses versículos?
De quem é a vida descrita nesses versículos?
O que Ele faz? Enumere ao menos três fatos.
Que mudanças você fará em sua vida — e em seu coração — de forma que possa cultivar um coração de servo? Enumere ao menos três delas.
De que forma esses versículos encorajam-no ao culto e ao louvor a Jesus Cristo?
O que dizem os versículos 10 e 11 a respeito do culto e do louvor a Jesus Cristo?

Leia Atos 6.1-6. Em poucas palavras, descreva o problema.

Qual foi a solução?
Quais eram as qualificações do homem a ser selecionado — o homem que fosse um homem segundo o coração de Deus (v. 3)?
Qual é sua atitude face à rotina do serviço?
De que forma Filipenses 2.3-8 e Atos 6.1-6 ajudam-no a melhor entender seu papel como um servo?

 

 

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *