Jovens Segundo o Coração de Deus – Como Transformar Objetivos em Realidade?

Jovens Segundo o Coração de Deus – O Que é Necessário Para Que Você seja Tudo o Que Deseja?
02/01/2015
Palavra da Semana – O Fariseu e o Publicano
04/01/2015

Jovens Segundo o Coração de Deus – Como Transformar Objetivos em Realidade?

Crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
2 Pedro 3.18

Eddie iria…
Isso é o que dizia a inscrição na camiseta. Quem é Eddie? r Fiquei imaginando enquanto olhava a coleção de camisetas na loja de material de surfe na praia de Waikiki. Se você sabe alguma coisa a respeito de surfe, conhece o nome de Eddie Aikau.

“Eddie foi um dos melhores surfistas das ondas gigantes nos anos 60 e 70”, respondeu um jovem funcionário de vendas que, assim parecia, também já surfara algumas ondas.

“De onde teria surgido aquela inscrição?”, foi minha próxima, e óbvia, pergunta. O vendedor hesitou um pouco antes de responder.

“Eddie foi um surfista que se transformou quase em um mito. As histórias dizem que ele era destemido na água. Ele era tão motivado a surfar com maestria as ‘maiores’ ondas — as gigantes — que, mesmo quando os outros hesitavam, ‘Eddie iria.'”

“Mas senhor”, meu novo professor da história do surfe continuou, “havia também o outro lado do Eddie. Sua verdadeira força vem de 1978, quando passou a fazer parte da equipe da “Jornada da

redescoberta”, do Polynesian Voyaging Society (Sociedade de Viagem Polinésia). Sua canoa, réplica das canoas esculpidas em troncos, emborcou nos mares bravios do canal de Molokai, repleto de ilhas. A tripulação ficou agarrada à canoa a noite toda na esperança da chegada de socorro, mas quando amanheceu, eles se deram conta de que haviam sido levados para alto mar pela correnteza. Eddie insistiu em partir em busca de socorro. Seu objetivo era a ilha de Lanai, a cerca de vinte quilômetros de distância. Quando ele partiu remando em uma prancha de madeira, suas últimas palavras foram: ‘Não se preocupem, eu vou conseguir. Eu irei’. Eddie Aikau jamais foi encontrado”. Desnecessário dizer que, após ouvir a história desse jovem sofredor, eu comprei a camiseta… e ganhei um novo herói!

Se você algum dia viajar para as ilhas de Oahu, não deixe de visitar o Waimea Bay Beach Park para ver o Memorial de Eddie. E, caso tenha sorte, você visitará o lugar no inverno para assistir ao famoso torneio de surfe, somente para convidados, realizado em sua homenagem. Esse evento é para aqueles poucos escolhidos que se sentem motivados a enfrentar “as ondas gigantes” do mundialmente famoso North Short Bonsai Pipeline de Oahu.

Tornar o Crescimento Espiritual Um Objetivo

A fama de Eddie Aikau não surgiu do nada. Oriundo de uma família com poucos recursos, Eddie aprendeu a surfar em pranchas velhas, as que eram jogadas fora. Ele comprou sua primeira prancha de surfe aos dezesseis anos, com o dinheiro que ganhara na fábrica Dole de abacaxis em conserva. Ele tinha um objetivo e buscou realizar os seus sonhos. E eles se tornaram realidade.

A necessidade de motivação — Não é difícil estimular a motivação para fazer as coisas que você realmente gosta, não é mesmo? Quer dizer, ela surge quando se trata de surfar em Waikiki, ou de agarrar-se na prancha com todos os dedos do seu pé na Praia Norte. Se você é como a maioria dos rapazes, está sempre com energia e entusiasmo quando se trata de praticar um hobby, curtir com seus amigos, ou de disputar uma partida de futebol. Mas quando se trata de arrumar o seu quarto ou de ir para a escola, fazer seus trabalhos de casa ou até mesmo de ler a Bíblia, provavelmente encontra dificuldades em conseguir.

As coisas que motivam você — como esportes, pescaria, fazer trilha, nadar, surfar ou andar de skate, ou seja qual for sua aventura favorita — podem ter um efeito positivo ou negativo em sua vida, dependendo da forma como as trata. Por exemplo, como optei desde cedo, sou corredor. Gosto muito de correr, e por gostar muito dessa atividade, de alguma forma, consigo encontrar tempo de ir para a rua e correr. Faço isso porque realmente quero isso — e, como você, acabo por fazer aquilo que gosto de fazer.

A necessidade de equilíbrio — Mas precisamos equilibrar aquilo que gostamos de fazer com aquilo que precisamos fazer. O segredo está em nos assegurarmos de que não negligenciamos os elementos importantes de nossa vida, enquanto buscamos nossa educação, nossos interesses e diversão.

Voltando um pouco atrás, se lembra de que no capítulo anterior falamos sobre a importância de transformar sua vida em uma aventura radical de crescimento espiritual — uma aventura que precisa começar com seu coração, com seus desejos e com seus objetivos. Seria natural que você, como cristão, quisesse crescer espiritualmente. Isso deveria ser um desejo ardente. Como Davi, você deveria desejar avidamente seguir a Deus de todo seu coração.

A necessidade de objetivos — Retomando a este capítulo, examinemos mais uma vez seu coração e seus objetivos. Qual é o ardente desejo de sua alma? Minha esperança é de que esteja dizendo: “Quero crescer na graça e no conhecimento de meu Senhor e Salvador Jesus Cristo. Quero ser um homem segundo o coração de Deus. Quero que minha vida tenha um impacto espiritual positivo sobre os outros… e na eternidade. Quero ser tudo o que Deus deseja que eu seja. Quero que o crescimento espiritual aconteça em minha vida!”

Bem, o que você pode fazer para isso acontecer?

Fazendo o Crescimento Espiritual Acontecer

O crescimento espiritual é um objetivo fantástico para você abraçar. Para um homem cristão é extremamente importante, e, definitivamente, terá um impacto positivo em sua vida e em todos a seu redor. É um objetivo prioritário! E, por certo, você também precisa de objetivos que o preparem para viver no mundo — objetivos relacionados com

sua educação e habilidades. (Mas deixe-me acrescentar rapidamente que você, ainda que precise de objetivos espirituais e educacionais, pode ter um pouco de diversão pelo caminho. Portando, não venda ainda a sua prancha de surfe! Simplesmente assegure-se de manter seu equilíbrio na vida.)

Quais são os passos que você precisa dar na direção de fazer o crescimento espiritual acontecer?

1. Devote sua vida inteiramente a Jesus Cristo. Você já deu o passo de receber Jesus como o Salvador e Senhor de sua vida? Como disse anteriormente, esse é verdadeiramente o primeiro passo para tornar-se um homem segundo o coração de Deus. Assim que aceita Jesus, o Espírito Santo penetra em sua vida e trabalha para atender à vontade de Deus para sua vida. Você, como os discípulos de Jesus, torna-se preparado para atender ao chamado do Senhor: “Sigam-me” (Mc 1.17; NVI).
2. Tome providências em relação ao pecado. O pecado é qualquer pensamento, palavra, ou ação que vai contra as orientações de Deus na Bíblia. E, meu amigo, você pode basear-se em mim — o pecado sempre inibirá seu crescimento espiritual. Ele, seguramente, reprimiu o meu! O pecado também teve efeitos importantes na vida do rei Davi. Quando ler a respeito dele em sua Bíblia, verá como o pecado arruinou a carreira desse grande homem e de sua família.

Por exemplo, considere o pecado de Davi com Bate-Seba. Para encobrir a gravidez de Bate-Seba, conseguiu-fazer com que o marido dela fosse morto em combate (2 Sm 11). Depois disso, Davi, por um ano inteiro, manteve silêncio a respeito de seus pecados. Leia a descrição do próprio Davi sobre o que aconteceu durante esse ano:

Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor

se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado e a minha iniqüidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniqüidade do meu pecado (SI 32.3-5).

Davi experimentou alguns efeitos colaterais físicos muito reais em conseqüência de seus pecados não-confes-sados — seu corpo envelheceu, ele gemeu de dores, sua energia e força foram exauridas, sua vida esvaiu-se. E os efeitos colaterais espirituais devem ter sido igualmente ruins, ou talvez piores! Davi se deu conta de que havia errado. E ele soube que não poderia esconder isso de Deus.

O que será que você está pensando?— “Sinto-me realmente feliz por não ser um pecador do primeiro time, como Davi. Não matei ninguém nem me envolvi em pecados sexuais. Meus pecados são pequenos. Eles não atingem ninguém.” E isso que está dizendo para si mesmo?

Jesus colocou a importância do pecado em perspectiva quando Ele disse que se você apenas sentir raiva de alguém, terá cometido assassinato em seu coração (Mt 5.22). E mesmo que cobice uma mulher em seu pensamento, terá cometido adultério com ela em seu coração (Mt 5.28).

Portanto em essência, o pecado — seja grande seja pequeno, seja cometido em público seja em segredo, seja por ação externa seja escondido em seu coração — é um insulto a um santo Deus e precisa ser confessado e renunciado. Os pecados não-confessados em nossa vida, estraga nosso relacionamento com Deus e nosso crescimento espiritual. Pecados não-confessados também estragam o relacionamento com nossa família e com nossos amigos.
O que você fará?— Assegure-se de dedicar uns poucos minutos para refletir sobre sua própria vida. Há algum pecado não-confessado em seu coração? Você precisa confessar seu pecado para Deus, como fez Davi? Davi, um

homem segundo o coração de Deus, confessou seu pecado. Depois disso, ele experimentou a maravilhosa purificação e alívio que acontecem quando confessamos nossos erros e declaramos: “Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto” (SI 32.1).

Se você deseja experimentar a purificação que vem com o perdão de Deus e a libertação da culpa que acompanha o pecado, então torne um hábito, confessar seus pecados para o Senhor. À medida que faz isso, lembre-se de agradecer a Deus por seu perdão. E, quando você faz isso, limpa a estrada possibilitando prosseguir sua aventura em direção a um maior crescimento espiritual!
3. Afaste a preguiça espiritual — Anos atrás, fazia parte de um grupo de homens que estudava a Bíblia nas manhãs de sábado em minha igreja. O estudo iniciava-se às sete da manhã, de forma que tinha que sair de minha casa às seis e meia para chegar lá a tempo. Todo sábado, enquanto me dirigia para a igreja, passava por um campo de golfe cheio de homens jogando. Como muitos jogadores encontravam-se distantes uns dos outros ao longo do campo de golfe, era evidente que eles haviam chegado lá bem antes de mim… talvez às seis da manhã!

Em contraste, quando chegava à igreja, havia apenas alguns homens ali para estudar a Palavra de Deus. Eu ficava sempre surpreso ao perceber que muitos deles tinham disposição para levantar-se tão cedo aos sábado para jogar golfe, enquanto que somente uns poucos cristãos estavam dispostos a levantar-se cedo para estudar e crescer na Palavra de Deus.

Bem, não há nada de errado em jogar golfe ou deleitar-se com qualquer outro esporte aos sábados de manhã. Meu ponto (novamente) é que se você não reserva nenhum tempo para Deus em sua vida e, em lugar disso, escolhe gastar esse tempo com seus próprios prazeres e projetos, então você acaba por prejudicar seu crescimento espiritual.

Sei que isso não é uma coisa fácil. Mesmo após alguns anos depois de minha conversão, tenho, constantemente, de reavaliar minhas escolhas. Aqui estão algumas perguntas que me ajudaram, e que talvez também queira fazer para você mesmo: O mundo está acima de Deus e de sua Palavra? Os passatempos e os esportes ocupam tanto minha agenda a ponto de roubarem o tempo que eu pudesse dedicar-me à leitura de minha Bíblia e crescer na fé? A diversão em minha vida acontece às custas de minha participação em um grupo de estudos da Bíblia?

Por que não convidar Deus para ajudá-lo em suas escolhas em relação as prioridades? Por que não dedicar algum tempo a Deus e a sua Palavra e a estar com outros rapazes que dedicam tempo à leitura da Bíblia e ao crescimento na fé? Por que não iniciar um programa para ficar em forma espiritualmente por meio do fortalecimento de seus músculos espirituais? Isso é o que significa ser um homem segundo o coração de Deus.
4- Decida o método de crescimento. É fantástico, quando se inicia um programa de exercícios espirituais, saber que há muitos aparelhos disponíveis para ajudá-lo a crescer. Além disso, você pode projetar seu próprio programa de forma a acomodar sua programação escolar, suas responsabilidades em casa e talvez um trabalho de meio expediente.

Talvez queira iniciar com recursos que o ajudem a estudar a Bíblia por si mesmo. Incluí algumas dicas práticas sobre como estudar a Bíblia no final do livro. Você pode também envolver-se em um animado grupo de programa de estudos da Bíblia junto com outros rapazes que desejam crescer. Ou pode…

• ouvir a Bíblia ou os ensinamentos de seu pastor favorito, pregador ou professor de ED em um CD

• assistir a um seminário em DVD

• memorizar versículos-chave das Escrituras

• criar um plano pessoal de crescimento que inclua uma ou mais das sugestões acima

O mais importante de tudo é que você leia a sua Bíblia regularmente. A Palavra de Deus será sempre sua maior fonte de alimento espiritual. Certa vez ouvi a impressionante estatística de que menos de 5% dos cristãos leram toda a Bíblia pelo menos uma vez! Isso significa que a simples prática de ler a Bíblia regularmente o colocará no topo da escala percentual de todos os cristãos.

Amigo, determinar-se a ler permanentemente a Bíblia é uma decisão que você precisa tomar. O pastor dos jovens não pode tomar essa decisão por você. Seus pais ou amigos não podem fazê-lo por você. Não, você deve decidir! (Para que isso acontece, faça a leitura devocional.)

Definitivamente quererá assumir o compromisso de ler a Bíblia diariamente, o que o ajudará em seu objetivo de crescer espiritualmente. E, enquanto fizer isto, convide alguém para ler junto com você. Cada um fica responsável pelo outro. Você descobrirá que partilhar seu crescimento espiritual com um amigo será uma ótima fonte de encorajamento e de apoio.
5. Decida ser disciplinado — Se você deseja crescer, é essencial tornar-se um discípulo.

Um dos melhores meios de aprender é encontrar alguém que possa ajudá-lo a prosseguir adiante, e para o alto, em seu caminho para a maturidade espiritual. Isso se chama discipulado, ou ter um mentor para os assuntos relacionados a Cristo.

Todo homem que deseja ser segundo o coração de Deus beneficia-se ao ter um modelo como referência, alguém que lhe propicie aconselhamento, orientação e encorajamento em bases permanentes. Quando era um jovem cristão, sabia que precisava de ajuda. E como precisava! Para ser bem franco, não tive nenhuma indicação sobre o que deveria fazer. Então, procurei por alguém que estivesse mais avançado em seu crescimento espiritual para auxiliar-me. Só posso agradecer a Deus por não ter precisado procurar muito — havia diversos homens

devotos em minha igreja que concordaram em caminhar a meu lado e me ajudar.

Ao longo dos anos, deparei-me com muitos homens que me ajudaram a amadurecer.

Devo a eles uma grande parcela! E, dessa forma, cresci até alcançar maturidade suficiente para poder também começar a transferir para os outros o que havia aprendido.

A Bíblia encoraja fortemente os homens a envolverem-se com o discipulado. Paulo exortou um de seus jovens discípulos desta forma: “Eo que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros” (2 Tm 2.2).

Provavelmente você já assistiu a uma corrida de revezamento. Bem, isso é o que o versículo me trás à mente. Paulo pronunciou essas palavras para Timóteo, seu discípulo, dizendo-lhe para pegar o bastão da verdade de Deus e passá-lo adiante para outro homem de confiança. Esse homem de confiança deveria, por sua vez, passar o bastão adiante para outros, que também deveriam passá-lo adiante para outros. Essa corrida de revezamento espiritual tem continuado através dos séculos, e agora o bastão está sendo passado para você! Irmão, precisa segurar o bastão, correr vigorosamente com ele e depois assegurar-se de passá-lo adiante para outros. A corrida cristã, falando humanamente, depende de você passar adiante esse bastão com fé e com sucesso. Não falhemos diante do Senhor em nossa responsabilidade!
Dedique sua vida a um permanente crescimento espiritual — A vida e o crescimento espiritual do cristão não são corridas de velocidade. São corridas de fundo que requerem perseverança que dure por toda a vida. Você cresce em maturidade espiritual à medida que corre momento após momento, dia após dia, ano após ano.

De diversas maneiras, correr a corrida espiritual é muito parecido com uma corrida na pista de atletismo.

Se parar de exercitar-se fisicamente, seu corpo pode não apresentar os resultados dessa inatividade por algum tempo. Porém, com o tempo, se levantará e se dará conta de que não pode mais correr até o final do quarteirão, e, para isso acontecer, não é preciso muito tempo!

Da mesma forma, você pode pensar que pode prosseguir sem se exercitar espiritualmente: ou seja, sem fazer a leitura da Bíblia, sem orar, ou sem ir à igreja. Um dia, entretanto, se levanta e descobre que está espiritualmente fraco, fora de forma e totalmente aberto para o pecado… tudo por que não fez um esforço concentrado para manter o crescimento dia após dia.

E lembre-se, você não pode repousar sobre o crescimento de ontem. Precisa dedicar-se ao crescimento hoje… e todos os dias, dia após dia.

Transformando Sua Vida Em Uma Aventura Radical

À medida que considera os passos que tornam o crescimento espiritual possível, você pode pensar: Isto não é nada fácil! E verdade que o crescimento espiritual não acontece assim simplesmente. O crescimento espiritual requer motivação e ação de sua parte. Porém, os benefícios de tal crescimento são fenomenais e valem o esforço. Aqui estão alguns benefícios que você experimenta quando focaliza sua vida no crescimento espiritual, em tornar-se um homem segundo o coração de Deus. Além de tornar-se mais íntimo de Deus e de mostrar um comportamento cristão para um mundo que o observa, você:
• adquirirá o fortalecimento espiritual necessário para defender a si próprio contra a tentação

• adquirirá os recursos espirituais necessários para enfrentar seus desafios de cada dia

• adquirirá a sabedoria espiritual para tomar as decisões corretas sobre o futuro

• adquirirá a maturidade espiritual para escolher os tipos corretos de amigos e de atividades

Começamos este capítulo falando a respeito de motivação e de objetivos. Eddie Aikau contava com ambos. Sua motivação e desejo transformaram-no em um surfista de categoria internacional. A coragem de Eddie e sua habilidade nos deixaram o mote: “Eddie iria”. Espero que a história de Eddie tenha inspirado e desafiado você em sua própria vida pessoal. È bom ter objetivos concretos para sua vida, agora e para o futuro. Precisa deles.

Contudo, à medida que descobrir os benefícios e as bênçãos de crescer fisicamente, oro para que também se motive para estabelecer alguns objetivos espirituais para você mesmo. A vida é feita “de gigantes” — ondas gigantes, desafios gigantes, oportunidades gigantes, decisões gigantes. Objetivos espirituais lhe darão todas as habilidades e toda a coragem de que precisa para enrijecer-se para a batalha e para quando “as ondas gigantes” chegarem. Você está pronto para os desafios? Sei que pode conseguir. A questão é esta: você quer conseguir?

Eddie iria. Você irá

Eddie conseguiria. Você conseguirá?

 

Desafios para Hoje

Leia novamente os seis passos para conquistar o crescimento espiritual. Que ações você quer executar hoje em cada uma das seguintes áreas para assegurar que crescerá espiritualmente?
1. Dedique sua vida inteiramente a Jesus Cristo. O que você pode fazer hoje para ser um sacrifício vivo (Rm 12.1,2)?
2. Tome providências em relação ao pecado. Existem áreas de pecado não-confessados em sua vida que precisa confessar para Deus? Quando é que você tratará disso — quando é que fará aliança com Deus?
3. Afaste a preguiça espiritual. Escreva um breve programa de exercícios espirituais que você iniciará esta semana.

4. Decida o método de crescimento. Que matérias estudará? Você já iniciou a sua leitura devocional? Se ainda não, quais são seus planos para começá-lo?
5. Decida tornar-se um discípulo. A quem você pediu para ser seu mentor? Caso não consiga se lembrar de ninguém que pudesse servir para seu mentor, peça ao líder de jovens para sugerir alguém.
6. Dedique sua vida a um permanente crescimento espiritual. Escreva um compromisso para com Deus a respeito de seu desejo de crescer espiritualmente. Coloque a data nele. Você certamente quer registrá-lo em sua Bíblia. Retorne a esse compromisso com freqüência e lembre-se desse dia.

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que […] que maneja bem a palavra da verdade.— 2 Timóteo 2.15

Leia Hebreus 5.12-14. Quando essa carta foi escrita, o que o autor esperava de seus leitores?
O que o “leite” indica em relação a maturidade dos leitores dessa carta (v. 13)?
O que o “mantimento sólido” indica sobre a maturidade desejada dos leitores dessa carta (v. 14)?
O que a pessoa madura é capaz de fazer (v. 14)?

Após ler Hebreus 5.12-14, como descrevería sua maturidade espiritual? Você é dos que bebem “leite” ou dos que comem “mantimento sólido”? Em uma escala de um (o mais baixo) a dez (o mais alto), como você classificaria sua capacidade de distinguir entre o bem e o mal?
Nomeie três coisas que sejam más.
Nomeie três coisas que sejam boas.
Nomeie três coisas que você pode fazer para aumentar sua maturidade espiritual.

 

 

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *