É possível ser cristão e comunista socialista?

LEI E GRAÇA
30/11/2020
BÍBLIA DA PREGADORA PENTECOSTAL – REVIEW
30/11/2020

Venho através deste artigo mostrar uma realidade que precisa ser dita é possível ser cristão e comunista? Bom veremos a seguir alguns fatores que serão necessários ser analisados, sobre estas duas crenças e se são de fato compatíveis digo o cristianismo e o comunismo.

O Cristianismo surgiu a dois mil anos com um homem chamado Jesus no qual ensinou por três anos várias pessoas dentre elas escolheu 12 para estarem mais perto dele que ficaram sendo conhecidos como os 12 apóstolos, foi traído por um deles crucificado morto e sepultado. A partir deste fato creem os Cristãos que pelo testemunho destes homens Jesus ressuscitou subiu aos céus e de lá intercede pelos homens até o dia em que ele voltará para fazer seu julgamento e o fim do mundo, ressuscitar os mortos (justos) e levar os fiéis vivos transformados. Também é importante destacar que alguns anos depois com a conversão de Paulo houve algumas mudanças na cosmovisão Cristã, pois esta era apenas mais uma seita no meio dos judeus e divulgada fortemente entre eles, porém com Paulo a mensagem passou a ser levada a todo império Romano entrando assim muitos Gentios (não judeus) a fé cristã , alguns autores chegam a colocar que Paulo foi o fundador do Cristianismo devido a ter escrito metade do Novo Testamento documento este base da fé do cristianismo além do tanakh (antigo testamento). Também devo destacar outras duas mudanças principais que o cristianismo teve , uma foi a oficialização pelo Império romano no século 4 tornando a igreja cristã uma religião rica e importante politicamente , porque até este momento o cristianismo era perseguido e a outra mudança foi já no século XVI com a reforma Protestante trazendo mudanças radicais no comportamento do Cristianismo como separação de igreja e estado e trazendo uma novidade que é só a Bíblia era regra de fé (sola scriptura) divergindo do catolicismo romano que tem como três a sua base As escrituras a tradição e o magistério (organização sacerdotal).

Já o comunismo é uma corrente ideológica que surge no século XIX, tendo seus principais proponentes Karl Marx e Engels, nos quais criticavam o capitalismo da época que era pós revolução industrial, e com uma visão muito negativa a religião devido a alguns fatores como iluminismo do século anterior e evolucionismo que tirava o aspecto metafisico religioso do centro e passava a centralizar as questões no homem e na ciência, diante disso Marx falou o seguinte acerca da religião:

A religião é o ópio do povo.

Karl Marx MARX, K., Crítica da Filosofia do Direito de Hegel. Einleitung. Introdução. MEW 1, 1844.

E também para quem leu a Obra ‘O Capital” do mesmo perceberá que ele tenta responder os problemas e as diferenças entres os homens olhando para o aspecto econômico seguindo um viés puramente materialista incrustrada no seu pensamento dialético, e aqui é a chave para entendermos o tema proposto no início deste artigo, mas antes devemos lembrar que o comunismo não para em Karl Marx mas continua a evoluir e sofrer algumas alterações ao longo do tempo, diante de contribuições de pensadores que aderem a sua linha de pensamento ou de tentativas de aplicá-la na prática como ocorreu na Rússia no início do século XX, que de certa forma diante da realidade econômica e tomou rumos diferentes daqueles propostos por Marx.

Agora indo para os atuais marxistas temos algumas pautas que são seguidas à risca por políticos e ideólogos tais como aborto e ideologia de gênero, temos um forte pensamento revolucionário (intento de destruir o sistema proposto, ou sentimentos de fazer revolução), e para isso é necessário atacar a família, apoiar criminosos entre outras coisas, e também o clássico materialismo que se opõe diretamente ao metafísico.

Me permitam amarrar as ideias e concluir o raciocínio, diante do pouco que expus sobre cada umas crenças cristianismo e comunismo , vemos que em suas bases elas são opostas enquanto que uma depende do metafisico para se sustentar a outra depende do materialismo que são dois pressupostos diferentes para explicar a realidade, enquanto que o Cristianismo não tem a pretensão de destruir a sociedade constituída porque isso ocorrerá apenas no juízo final os comunistas tentam fazer isso aqui e agora, enquanto que o cristianismo defende que se nasce homem ou mulher os comunistas dizem haver outros gêneros, o cristianismo condena o roubo já os comunistas tentam justifica-lo, outra coisa muito importante onde há cristianismo há democracia, mas onde houve tentativas de impor o comunismo houve um banimento da religião exemplos de Cuba, China, Coreia do Norte e Rússia (URSS) e ainda existem outros detalhes que fazem o Cristianismo ser oposto ao comunismo o mais importante dele é o ser individual, no cristianismo nós pecamos e falhamos eu como pessoa sou responsável pelas minhas ações e devo pagar por elas , já o comunista acha que é culpa da sociedade enfraquecendo e diminuindo o indivíduo as ações nada, quando na verdade ele devia estar se retratando ou para a justiça ou para Deus de seus delitos.

EM RESUMO OU VOCE É CRISTÃO OU VOCE É COMUNISTA OS DOIS NÃO DÁ PARA SER AO MESMO TEMPO SEM SE CONTRADIZER.

Adolfo Euclair 28/11/2020

Adolfo Euclair
Adolfo Euclair
bacharel em teologia Unifil 2017 História licenciatura Unicesumar 2021 Pós graduação em história Faculeste 2021 Professor de Grego, Exegese, Critica Textual, Hermenêutica no seminário Nascido de Novo atualmente

4 Comments

  1. Leandro says:

    Ótimo artigo! Parabéns!

  2. João Paulo da Rocha says:

    Bom dia Adolfo, o pensamento trabalhado por você é sem duvida muito importante para conscientização do povo cristão. Pois a luz não anda com as trevas. No entanto, a parte gramatical do texto precisa de uma melhorada. Uma crítica construtiva.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *