Catolicismo – Encoraje os Católicos ao Diálogo

Teologia Sistemática – Novo Testamento Divisão – Epístolas, Interpretação e Propagação de Cristo
13/10/2014
A Receita de Neemias – Tomando uma atitude para resolver o problema
14/10/2014

Catolicismo – Encoraje os Católicos ao Diálogo

A Escola Pastoral Catequética da Arquidiocese do Rio de Janeiro distribui uma apostila que desestimula os católicos a discutirem conosco, nestes termos: “…É bom dizer a eles que a fé e crença…não são coisas para se discutir…”, página 83. Por que isso? Porque os clérigos sabem que é fácil provarmos a um católico que o Catolicismo não resiste a um confronto com a Bíblia. E este é o motivo pelo qual muitos católicos recusam apreciar nossas ponderações. Para encorajá-los a se libertarem dessa arapuca clerical, podemos dizer-lhes que é certo e bíblico expormos nossos raciocínios opostos, objetivando um denominador comum, desde que o façamos respeitosamente, Atos 15.2. Podemos dizer-lhes ainda que a Bíblia diz que os falsos profetas existem e que eles enganam (Mateus 24.11), sendo, portanto, correto, à luz da Bíblia, que confrontemos com as Escrituras Sagradas, tudo que nossos líderes religiosos nos ensinam (Atos 17.11). Mostremos a eles que é antibíblico e irracional deixarmos que um homem ou grupinho de homens pensem por nós. É correto raciocinarmos com nossas próprias cabeças e tirarmos nossas próprias conclusões, desde que o façamos à luz da Bíblia e sob o influxo do Espírito Santo, embora o papa diga que não, como já vimos.

 Modere Suas Críticas

Você não está proibido de exteriorizar o seu desdém para com o Catolicismo, desde que seja sem faltar com o respeito que os católicos merecem. Em outras palavras: Você não está proibido de criticar o Catolicismo. Sim, pois desde a INTRODUÇÃO deste livro temos informado que os chefes da Igreja Católica também criticam aos que pregam doutrinas diferentes das deles. A sobredita apostila elaborada pela Escola Pastoral Catequética da Arquidiocese do Rio de Janeiro critica o Bispo Macedo, malha a Igreja Universal do Reino de Deus, dsdenha a Maçonaria, refuta o Espiritismo, rechaça a Nova Era, bem como a seita do “reverendo” Moon, etc. Porém, não faça das críticas ao Catolicismo o seu principal recurso para esclarecer os católicos. Já está provado que os sermões que produzem mais efeito são aqueles em que o pregador “esquece” que as seitas existem e prega a alvissareira notícia da salvação pela fé em Jesus. Você pode e deve criticar o Catolicismo, bem como todas as outras seitas, mas só o faça quando isso se tornar inevitável. Deixe Deus lhe usar. Esteja sempre pronto a falar tudo quando for necessário, mas com muito tato.

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *