A DOUTRINA DA SALVAÇÃO SOTERIOLOGIA – Teologia Sistemática 2

Lucas 9:62 – Little Drops #25
29/07/2015
6 – ESCRITURA E RELEITURA – Exegese Bíblica
29/07/2015

A DOUTRINA DA SALVAÇÃO SOTERIOLOGIA – Teologia Sistemática 2

DEFINIÇÃO:

Soteriologia é a união entre dois termos gregos “Soteria” que significa Salvação e “Logia” que significa Estudo.

Portanto Soteriologia é o Estudo da Salvação.

INTRODUÇÃO:

É fundamental que tenhamos convicção da nossa salvação. A Bíblia garante que podemos ter convicção da vida eterna.

Sem esta convicção é impossível viver a vida cristã. Ao fazer o estudo, examine como está a sua convicção ‘a luz da Palavra de Deus.

BREVE EXEGESE DE SALVAÇÃO

De uma forma simples, podemos dizer que “salvação é o fato do homem ser salvo do poder e dos efeitos do pecado

“O vocábulo português se deriva do latim salvare, “salvar” e de salus, “saúde”, “ajuda”, e traduz o termo hebraico yeshu’a e cognatos (largura, facilidade, segurança) e o vocábulo grego sõteria, e cognatos (cura, recuperação, redenção, remédio, salvação, bem estar). Significa a ação ou o resultado de livramento ou preservação de algum perigo ou enfermidade, subentendendo segurança, saúde e prosperidade. Nas Escrituras, o movimento parte dos aspectos mais físicos para o livramento moral e espiritual. Assim é que as porções mais antigas do AT dão ênfase aos meios dos servos individuais de Deus escaparem das mãos de seus inimigos, a emancipação de Seu povo da escravidão e o estabelecimento dos mesmos numa terra de bundância; já as porções posteriores dão maior ênfase às condições e qualidades morais e religiosas da bem-aventurança, e estende suas amenidades além das fronteiras nacionais” (O Novo Dicionário da Bíblia, Vol-II, p 1464 – 5).

Em primeira instância, o verbo sõzõ, “salvar” bem como o substantivo sõtêria, “salvação”, denotam o “salvamento” e a “libertação” no sentido de evitar algum perigo que ameaça a vida. Pode ocorrer na guerra ou em alto mar. Aquilo de que se recebe o livramento pode, no entanto, ser uma doença. Onde não se menciona qualquer perigo imediato, também podem significar “conservar” ou “preservar”. O verbo e o substantivo podem até significar “voltar com segurança” para casa.

Na LXX sõzõ traduz nada menos do que 15 verbos hebraicos diferentes, mas os mais importantes são yãsa, que se emprega no hiphil para “libertar” e “salvar”, e mãlat, niphal, “escapulir”, “escapar”, “salvar”. E embora lahweh empregue agentes humanos, o israelita piedoso tinha consciência do fato do livramento vir

do próprio lahweh (Salmo 12:1; 121: 1 – 2); mas o conteúdo exato dessa libertação ou salvação varia de acordo com o contexto e as circunstâncias.

A expressão “o cálice da salvação” encontrada no Salmo 116:13, tem quatro interpretações sugeridas: (1) uma libação de vinho que fazia parte da oferta de ações de graças (cf, Num 28:7); (2) uma metáfora da libertação, e o antônimo da taça da ira de Iahweh (cf. Is 51:17; Jr 25:15); (3) um cálice em conexão com alguma ordalha específica (cf. Nm 5:16 – 28); (4) um cálice de vinho tomado na refeição de ações de graças (cf Sl 23:5); Prefiro a primeira dessas alternativas tendo em vista a sua associação com alguma coisa dada a Iahweh. É atraente, no entanto, a sugestão de que semelhante cálice, necessariamente, fica em contraste com o cálice da ira de Deus, e, portanto, esta idéia também pode ser presente.

No Novo Testamento, o verbo sozõ ocorre 106 vezes, e o substantivo sõtêria, 45 vezes. Sendo que a graça de Deus é a grande fonte de salvação (Ef 2:8 – 9), e o Filho de Deus é o Salvador do Mundo (Lc 2:11; 1 Jo 4:14).

A VERDADEIRA IDÉIA DA SALVAÇÃO

Há diversas idéias a respeito da salvação. Vamos mencionar algumas das mais importantes e apontar a que está mais de acordo com a idéia apresentada por Jesus Cristo.

A SALVAÇÃO E O PASSADO

Atos 17:30 Mas Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todos os lugares se arrependam. Suponhamos que uma pessoa que não saiba nadar esteja prestes a afogar-se; mas, felizmente alguém o salva. A salvação nada tem haver com o passado da pessoa salva.

A SALVAÇÃO E O FUTURO

Imaginemos agora, um condenado a morte, porém perdoado por alguém cheio de bondade e amor. Este perdão garante ao condenado o livramento do castigo merecido. Esta salvação visou o livramento do castigo futuro.

A SALVAÇÃO DE JESUS

Lucas 9:24 Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; porém qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará. Suponhamos que temos um único grão de arroz no mundo em nossas mãos. Para salvar esta semente o que temos que fazer? A melhor maneira de salvá-lo é plantando-o, pois se colhera centenas deles

A verdadeira idéia da salvação é, aquela que contempla mais aquilo para o que somos salvos do que aquilo de que fomos salvos.

A salvação ensinada por Jesus acentua mais o céu com toda a sua glória do que

O inferno com todo o seu horror. Não somos salvos para escaparmos da morte, mas para gozarmos a vida eterna.

1 Jo. 3 : 2 Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser.

ELEMENTOS BÁSICOS PARA A SALVAÇÃO

Rom. 3 : 24 – 25 E são justificados gratuitamente pela sua Graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. Deus o propôs para propiciação pela Fé no seu Sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos sob a tolerância de Deus.

Os elementos básicos estabelecidos para salvação conf. escrito pelo Apóstolo Paulo aos Romanos são:

A GRAÇA

Tito 2:11 Pois a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens. Graça significa, primeiramente, favor, ou a disposição bondosa da parte de Deus. ( Favor não merecido). A graça de Deus aos pecadores revela-se no fato de que ele mesmo pela expiação de Cristo, pagou toda a pena do pecado. Por conseguinte, ele pode justamente perdoar o pecado sem levar em conta os merecimentos ou não merecimentos. A graça manifesta-se independente das obras dos homens. A graça é conhecida como Fonte da Salvação.

O SANGUE

I Jo. 1 : 7 O sangue de Jesus Cristo , seu Filho, nos purifica de todo pecado. Em virtude do sacrifício de Cristo no calvário, o crente é separado para Deus, seus pecados perdoados e sua alma purificada. Sangue é conhecido como a Base da Salvação.

A FÉ

Efésios 2 : 8 – 9 Pois é pela graça que sois salvos, por meio da Fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie. Pela fé reconhece o homem a necessidade de salvação, e pela mesma fé é ele levado a crer em Cristo Jesus. Heb. 11 : 6 Ora, sem Fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. A Fé conduz-nos ao Salvador, a Fé coloca a verdade na mente e Cristo no coração. A Fé é a ponte que dá passagem ao mundo espiritual, por isso concluímos que a Fé é o Meio para a Salvação.

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

3 Comments

  1. Willian Silva Narciso da Fonseca Marques says:

    Ótimo análise pastor

  2. Jose Edvaldo de jesus says:

    Muito bom seu texto sobre a Salvação. Esclarece de forma objetiva o significado da Salvação, quem nos salvou, como fomos salvos, e para que fomos salvos. Importantíssimo para os novos na fé; também para quem quer ampliar seus conhecimentos.

  3. Hércules says:

    Maravilhoso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *