3 – A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO – Pneumatologia

A Luta Não é Sua – Palavra da Semana #18
30/08/2015
Nepal : “Temos que enfrentar o desafio”
31/08/2015

3 – A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO – Pneumatologia

A personalidade (quer dizer, a qualidade ou fato de ser uma pessoa) do Espírito Santo é um fato descrito na Bíblia tanto quanto a personalidade do Pai e do Filho. Quando o homem nega essa verdade fica evidente uma cegueira Satânica. Satã, quem ataca toda a verdade, tem atuado em duas frentes contra a doutrina da personalidade do Espírito Santo:

A. Negação Doutrinária. O herege antigo, Arius, falou do Espírito como a “energia exercida por Deus”. Isso reduz o Espírito de Deus à uma mera amostra do poder do Pai. Este erro ainda é divulgado por várias seitas.

B. Negação Prática. Há muitos religiosos que, mesmo não negado a doutrina da personalidade do Espírito em suas confissões de fé, na prática vêem a Ele como um simples poder. Devido a obra do Espírito ser invisível eles o confundem com as suas obras e dons. Este povo freqüentemente refere-se ao Espírito como se fosse possível ter “muito” dEle. O autor lembre se de uma ocasião quando um Pastor Batista disse, “o Espírito esteve aí com grande poder”. Este homem piedoso então corrigiu a si mesmo dizendo, “O Espirito esteve aí com infinito poder e manifestou grande poder.” Que sejamos cuidadosos quando falamos do Espírito bendito de Deus.

As igrejas primitivas conheciam o Espírito Santo como uma Pessoa Divina que poderia ser seguida (Atos 13:2) e com Quem poderiam ter comunhão (II Coríntios 13:14). Devemos estar alertas para notarmos quando perdemos o reconhecimento da Sua presença e Pessoa.

3.1. O Espírito Santo Está Associado ao Pai e ao Filho

É impossível entender como alguém pode negar a personalidade do Espírito e ainda ter bom senso com as Escrituras (Mateus 28:19; II Coríntios 13:14; I João 5:7). Alguém mencionaria um mero “exercício de esforço” em uma lista de personalidades.
3.2. O Espírito Santo tem Todos os Atributos de Uma Pessoa

• Ele pensa (I Coríntios 2:10-11; Atos 15:28).

• Ele sente.

• Ele pode ser entristecido (Efésios 4:30).

• Ele pode ser contristado (Isaías 63:10).

• Ele ama (Romanos 15:30). Podemos mencionar aqui que é impossível entristecermos a uma pessoa que não nos ama.

• Ele exercita volição (poder de escolha) (1 Coríntios 12:11).

• Ele age.

• Ele inspirou as Escrituras (II Pedro 1:21).

• Ele ensina (João 14:26).

• Ele guia (Romanos 8:4).

• Ele fala (Atos 8:29; 13:2).

• Ele convence (João 16:8-11).

• Ele regenera (João 3:5).

• Ele conforta (João 14:16).

• Ele testifica (João 15:26).

• Ele intercede (Romanos 8:26).

• Ele chama para o ministério (Atos 13:2; 20:28).

• Ele cria (Jó 33:4).

E. O Espírito Santo nunca deve ser confundido com os Seus dons – (I Coríntios 12:4,7-11; Atos 2:38). Todos os Cristãos têm o “dom do Espírito Santo”, mas ninguém tem toda a “diversidade de dons”.

F. Cristo confortou os Apóstolos com a promessa da presença de uma outra pessoa divina em sua ausência (João 14:16).

A palavra ‘parakletos’, traduzida como “Consolador” em João 14:16, é traduzida como “Advogado” em I João 2:1 e neste versículo refere-se a Jesus Cristo. Jesus Cristo é nosso Consolador e assim segue o Espírito, “outro Consolador” que deve ser igualmente uma pessoa divina. A palavra grega usada em João 14:16 para “outro” é allos que significa “um outro do mesmo tipo” ao invés de heteros que Significa “um outro de um tipo diferente.”

G. As ações do homem para com o Espírito provam que Ele é uma pessoa

• O homem blasfema contra o Espírito (Mateus 12:31). A natureza do pecado que não tem perdão prova a personalidade do Espírito. A blasfema contra uma pessoa e não contra um poder é que não tem perdão.

• O homem mente ao Espírito Santo (Atos 5:3.

• O homem tenta o Espírito Santo (Atos 5:9.

• O homem resiste o Espírito Santo (Atos 7:51.

• O homem obedece o Espírito Santo (Atos 13:2,3.

H. São pronomes pessoais usados em referência ao Espírito Santo. Em Atos 13:2 é usado o pronome ‘me’ e o verbo na primeira pessoa ‘tenho’ em João 15:26; o pronome ‘ele’ é usado, também, em João 16:8,13.

Pr.Raul
Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *