O fogo do paraíso queimou a Igreja, mas “a Igreja ainda vive”