Mostra de “artes” queima Bíblias e faz apologia ao aborto em escola

//]]>