Depois de Kim Davis, tabeliães não tem mais assinar licenças.