As mulheres devem ficar em silêncio na igreja?

14 – O CONSOLADOR – Pneumatologia
10/09/2015
15 – O ESPÍRITO SANTO DA PROMESSA – Pneumatologia
11/09/2015
Show all

As mulheres devem ficar em silêncio na igreja?

As seguintes palavras do apóstolo Paulo frequentemente são usadas para denegrir a Bíblia como sexista — “Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva” (1Timóteo 2.12-13). A crítica de que o ensinamento de Paulo é sexista é silenciada por uma consideração cuidadosa do contexto.

Primeiro, Paulo obviamente não pretendia dizer que as mulheres deviam ficar sempre em silêncio na igreja. Em vez disso, em uma cultura em que as mulheres eram basicamente analfabetas e incultas. Paulo está dizendo que uma mulher, até que ela aprenda, não deve se atrever a ensinar. Se Paulo tivesse intencionado a dizer que uma mulher deve sempre ficar em silêncio, não teria dado instruções às mulheres acerca de como orar ou profetizar publicamente na igreja (1Coríntios 11.5).

Além disso, ao fazer alusão ao engano de Eva no jardim, Paulo ressalta o quanto é importante que as mulheres, como os homens, envolvam-se no aprendizado. Longe de punir Eva por seu papel na Queda, Paulo castiga os judeus de sua época por excluírem as mulheres do aprendizado, deixando-as, por essa razão, vulneráveis ao engano. Assim como Adão foi responsável por falhar em proteger Eva do engano, os homens da época de Paulo seriam responsabilizados se impedissem as mulheres de estudar e crescer na fé.

Por fim, as palavras de Paulo refutam o autoritarismo matriarcal praticado por seitas pagãs em seus dias. Éfeso, onde Timóteo pastoreou, era o local de um culto dedicado à deusa pagã Ártemis. A adoração a Ártemis era conduzida sob a autoridade de um sacerdócio completamente feminino que exercia domínio autoritário sobre os adoradores homens. Por isso, Paulo enfatiza que as mulheres não deveriam se atrever a impor autoridade sobre os homens. Paulo nunca colocou as mulheres acima dos homens, nem os homens acima das mulheres, mas teve a preocupação de que homens e mulheres recebessem oportunidades iguais de aprender, sujeitando-se uns aos outros e a Deus (1Timóteo 2.11; cf. Efésios 5.21).

“Sujeitando-se uns aos outros no temor de Deus” (Efésios 5.21).

Pr.Raul
Pr.Raul

Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *